/ POKEMON, NIANTIC

Guia definitivo de como submeter a proposta de Pokestop/Portal perfeita - Parte 1

Parte 2, Parte 3

Então, você chegou no nível 40 no Pokemon Go ou no nível 10 do Ingress e agora mal pode esperar pra colocar um Wayspot em casa, ou um Portal a mais naquela célula S2 nível 17 que já tem um Pokestop… Pera, você não sabe o que é um célula S2? Nunca ouviu falar de Wayspot ou do Niantic Wayfarer? Então PARA TUDO! Se você continuar sem ler o mínimo sobre o assunto, pode acabar colocando Pokestops no lugar errado e potencialmente piorando a jogabilidade para sua comunidade!

O famoso “Pokestop Particular” que eu coloquei na minha rua. Antes um lugar morto, agora eu posso farmar deitado na cama :)

Introdução

Pokestops, Portais, Estalagens ou qualquer outro Ponto de Interesse (PdI) dos jogos da Niantic possuem um nome em comum, todos eles são Wayspots - um nome importante de se lembrar pois será muito usado daqui em diante.

Contrário ao que muitos acreditam, quando você submete um Wayspot para ser aprovado ele não passa pela mão da Niantic. Quem aprova Wayspots novos são os jogadores do Pokemon Go e do Ingress! Por isso é muito importante ao submeter um Wayspot novo você seguir as regras e tornar o trabalho dos outros jogadores o mais simples possível, pois quem está fazendo a análise o está fazendo porque quer ver o jogo melhorar, e se sua proposta for mal feita ela não irá passar!

Existem inúmeros exemplos de Wayspots perfeitos que poderiam ter se tornado um Pokestop ou um Portal novo mas que foram recusados porque a foto era ruim, a descrição continha erros de ortografia, o lugar do Ponto de Interesse estava errado ou o jogador não descreveu bem pro avaliador o que aquele Waypost significava para a comunidade.

Não se preocupe! Se seguir esse guia aqui suas chances de ter um Wayspot aprovado vão subir muito!

O que não pode virar Wayspot

Eu sei que você quer aprender a colocar Pokestops e Portais, mas mais importante do que aprender a colocar Wayspots é aprender o que não pode virar um Wayspot. Aqui segue uma lista com algumas coisas, e exemplos de submissões reais.

  • Cenários Naturais
    • Cachoeiras, Bananeiras, Campos Floridos, Praias ou outros elementos naturais não são elegíveis a se tornarem Wayspots por sí só.
    • Placas que indiquem o nome da Cachoeira, ou descreva o tipo da Bananeira PODEM virar Wayspots.

Essa árvore não é um Wayspot válido.

  • Lojas e Negócios Genéricos
    • Todo mundo do seu bairro sabe que aquele botequim é bem frequentado, mas ele não é um Wayspot válido. Muito menos o seu Supermercado local.

    • Restaurantes e negócios que fazem parte da narrativa histórica de sua cidade como a Confeitaria Colombo (criada em 1894) no Rio de Janeiro podem virar Wayspots já que é um ponto turístico, faz parte da identidade do centro do Rio e está localizada num prédio histórico. Mas você precisa de uma ótima descrição para convencer os avaliadores!

      Q:51 Stephen Herr - How unique does a business have to be to not be rejected as a “generic business”? I’ve been told that reject reasoning is specific to chain restaraunts/businesses, but I get a restaraunt rejected that is a hot-spot. How cultural/historic does a business have to be in order to be accepted?

      A51: NIA OPS replied with, “It would depend on the combination of the Title/Description/Photo used. If the Restaurant is a significant location in the city, explaining that in the description might help the reviewers take the right call.”

      Feb 14, 2019

    • Grafites nas paredes das lojas podem se tornar Wayspots - a menos que o grafite seja claramente uma propaganda da Loja (contém o nome ou telefone do lugar).

Negócios que fazem parte da história da sua cidade podem sim se tornar Wayspots.

  • Fazendas ou Propriedades Privadas

    • Fazendas ou sítios não são aceitos como Wayspots, por mais que sua plaquinha seja linda e maravilhosa.
    • Submissões dentro de propriedades privadas não são aceitas! Mas é importante destacar que Condomínios e Prédios não são considerados propriedade privada! Propriedade Privada de acordo com a Niantic são casas onde moram somente 1 família.
  • Pontos de Ônibus ou Bicicletários do dia-a-dia

    • Existem alguns no jogo e talvez outros ainda possam ser aprovados, mas já foi dito pela Niantic que eles não são Wayspots válidos a menos que sejam grandes o suficiente, possuam um estrutura significativa, algo de histórico ou artístico para destacá-los. E nesses casos vai depender do conjunto de avaliadores que você pegar, boa sorte :P

      Q14: Jud Burkett (canon07) - Can you ask the OPR folks for their thoughts on bike share stations? Seems to me like they’d be a great “get out and explore” type of portal.

      A14: NIA OPS replied, “These are similar to transit stations, if these are large enough, have a structure, or are artistic, these could be considered. If it’s just a regular bike rack, it wouldn’t meet our criteria.”

      Nov 1, 2018

  • Sua casa, seu pé, seu imã de geladeira ou seu prato de strogonoff

    • Sim, por mais incrível que pareça você não pode ser um Wayspot. Nem seu Clarinete. Nem sua coleção de Imãs de geladeiras das Eeveelutions.

Seu Clarinete em pé não é um Pokestop válido. Nem sua coleção de Imãs (adesivos?) das Eeveelutions.

Para saber mais sobre o que pode o que não pode virar um Wayspot, eu e a @HyperMilla criamos um site específico onde você pode procurar por Tags como “School” ou “Hospital” (é em ingles, infelizmente) e o site te responderá se aquilo pode ou não virar um Wayspot de acordo com as regras da Niantic.

Accesse em: www.WayfarerIndex.com

O Básico

Bom, agora que você já pode submeter Wayspots novos vamos ao que interessa. Mas antes um aviso ao jogadores de Pokemon Go:

**ATENÇÃO JOGADORES DE POKEMON GO!**

Pokemon Go NÃO POSSUI todos os Wayspots que existem visíveis no jogo! Por isso você pode acabar submetendo um Ponto de Interesse que já existe nos jogos da Niantic mas que não existe no Pokemon Go! Recomendo vocês a baixar o Ingress ou o Harry Potter Wizards Unite para que possa ver todos os Wayspots que existem de verdade!

Exemplo:

Note os números 1, 2 e 3 que existem no Ingress e no Harry Potter mas que não são Stops no PoGo

Existe um motivo para que esses Wayspots não apareçam no Pokemon Go, e há maneiras de contornar essa limitação para você conseguir criar Wayspots válidos, mais sobre isso na Parte 3 do guia.

Agora que tiramos isso do caminho você precisa ir até o lugar onde você deseja submeter um Wayspot novo, chegando lá abra o menu de proposta de Wayspot no Pokemon Go ou no Ingress.

1. Localização

Primeiro você deve escolher uma localização no mapa. Essa é a parte mais fácil por enquanto, mas a que você vai precisar tomar mais cuidado quando tiver colocando Wayspots de maneira avançada.

Algumas coisas que você deve prestar atenção:

  • Verifique antes de submeter se o Ponto de Interesse já existe no Ingress ou no Harry Potter.
  • Se você colocar o Pin longe do seu Ponto de Interesse ele não será aceito.
  • Se você colocar o Pin muito perto de outros Wayspots ele não será aceito.
    • Os Wayspots possuem um Raio de 20 metros invisíveis ao seu redor que, se você colocar uma proposta dentro desse raio, ela não irá se tornar um Pokestop/Portal mesmo que seja aceita!
    • É possível visualizar esse Raio com aplicativos específicos, veja mais na Parte 3.
  • Se você colocar o Pin longe do local de movimento das pessoas ninguém conseguirá alcançar seu Wayspot.
  • O Pin não precisa estar exatamente em cima do Ponto de Interesse, mas ele deve estar pelo menos perto.
  • Os avaliadores podem sugerir um local novo pro seu Wayspot, então se você tentar trapacear e colocar sua proposta de Ponto de Interesse na sua casa, grandes chances dos avaliadores mudarem o local dele!

Abaixo um exemplo de Wayspot que colocaram em um lugar impossível de ser utilizado pelos jogadores. Esse Wayspot é uma igreja que está quase sempre fechada, provavelmente a pessoa estava dentro da igreja quando submeteu o Wayspot e usou a localização padrão ao invés de ajustá-la para perto da rua antes de submeter a proposta.

Porqueeeee :'(

2. Foto

Agora que você escolheu a localização perfeita, tá na hora de tirar a foto do objeto que você deseja tornar um Wayspot. Fazer uma foto boa é 90% bom gosto e conhecimento de fotografia, mas além disso existem algumas regras que devem ser seguidas para a submissão do Wayspot.

  • O Ponto de Interesse deve cobrir mais ou menos 80% da imagem total!
    • Não tire uma foto longe do Ponto de Interesse, em último caso sua câmera provavelmente tem Zoom digital, faça bom uso dele!
  • Procure tirar a foto em modo Paisagem (celular deitado) pois os jogos da Niantic dão zoom e cortam parte da sua foto.
  • Não tirem fotos a noite a menos que o local seja incrívelmente bem iluminado.
  • Enquadre bem a sua foto, fotos tortas não são aceitas!
    • Existe uma opção para dar 1* especificamente para fotos tortas!
  • Fotos tiradas de dentro do seu carro não são aceitas!
  • Desligue a marca d’agua de sua câmera! Se sua foto tiver marca d’agua sua proposta será negada!
  • Se o seu dedo aparecer na foto seu Wayspot não será aceito.
  • Se o rosto de alguém estiver na sua foto ela não será aceita.
  • Se não der pra ver o Wayspot direito ele não será aceito.
  • Se aparecer a placa de algum carro na sua foto seu Wayspot não será aceito.

Fikdik: Depois que tirar sua foto, o jogo vai te mostrar como ela vai ficar se virar Wayspot. Pense que outras pessoas vão julgar sua foto e, se ela não estiver muito boa, tire outra! Você não perde nem 2 minutos fazendo isso. 🙂

Abaixo são exemplos de imagens que eu submeti para virar Wayspot antes de eu estudar um pouco sobre o processo. A imagem da esquerda foi minha primeira proposta, mas assim que eu li e aprendi sobre placas de carro e carros no geral eu re-submeti o mesmo lugar com uma imagem muito melhor.

Placas de carro invalidam sua proposta! Tire uma foto nova sem os carros e procure um enquadramento melhor!

Desligue qualquer tipo de marca d’agua que sua câmera tiver! Se os avaliadores acharem qualquer tipo de marca em suas fotos sua proposta inteira será negada!

Essa submissão provavelmente teria passado se não fosse a marca d'água.

Outra coisa a se ter em mente é tirar as fotos em modo Paisagem (celular deitado), e colocar o ponto de foco centralizado, pois os jogos da Niantic costumam dar um Zoom na imagem e cortar parte dela, segue alguns exemplos:

Olhe na esquerda a imagem do meio como fica. À direita outros exemplos de fotos cortadas de forma errada.

Para fazer isso corretamente, ligue o Grid (Grade) de 3x3 de seu aplicativo de câmera e centralize o Ponto de Interesse no quadrado do meio!

Obrigado ao jogador @Hydraulinski pela dica adicional!

3. Área ao Redor - Foto de Suporte

Para tudo! Foto de Suporte é com certeza a parte onde as propostas pecam mais! Então leia com atenção para melhorar suas chances em 300%!

Essa parte do Guia é baseada no guia do usuário u/RodriTama do Reddit. Brasileiro de São Paulo. O guia dele pode ser encontrado clicando aqui (em inglês).

Em primeiro lugar a foto de suporte é a foto que vai ser usada pelo avaliador para julgar o seu Ponto de Interesse, ela é (em teoria) a foto mais atualizada do local e deve representar exatamente o ambiente onde o Ponto de Interesse está localizado. Então lembre-se sempre de colocar o Ponto de Interesse na foto e mostrar o arredores pois não dá pra julgar algo que não podemos ver!

  • Siga sempre a regra dos 20% para a foto de Suporte: O Ponto de Interesse deve cobrir somente 20% da imagem, o resto deve ser de seus arredores!
    • Para isso de uns passos para trás ou atravesse a rua antes de tirar a foto de suporte!
  • Nunca tire a foto de suporte do ponto de vista do Ponto de Interesse virado para fora! (O Ponto de Interesse deve sempre estar presente na foto de suporte, só que bem menor)
  • SEMPRE inclua o Ponto de Interesse na foto de suporte!

Exemplos de como submeter fotos de suporte:

A foto de suporte é bem similar a algo que o Street View Mostraria

Apesar do Ponto de Interesse ser somente uma lata de lixo, a proporção do Ponto de Interesse na imagem está ótima e possibilita de ver o quão larga a rua é, a calçada e as casas ao redor

A foto principal está um pouco coberta pelas árvores mas a foto suporte está no mesmo ângulo e mostra mais do cenário em volta, calçada e afins.

Foto principal foca na placa e a foto suporte mostra os arredores. No satélite é possível ver a faixa vermelha de pedestres. Também é irrelevante conseguir ler a placa na foto suporte, o importante são os arredores.

Exemplo Pessoal:

A Esquerda: Foto Principal focando no Ponto de Interesse. A Direita: Foto suporte mostrando a mesma mesa (note o banco quebrado) porém o foco dessa foto é nos arredores, para o avaliador conferir e aprovar.

Exemplos de como NÃO submeter uma foto de suporte:

Essa foto é passável porém o PdI poderia estar menor na foto, e ela poderia ter sido tirada de outro ângulo para mostrar mais os arredores.

Um caso parecido com o anterior só que pior. É praticamente a mesma foto da principal mostrando muito pouco do cenário. Lembre-se o mais importante da foto suporte são os arredores do Ponto de Interesse com ele presente!

Aqui o caso é invertido, a foto de suporte mostra os arredores direitinho mas a foto principal foi tirada de muito longe e não dá pra ver o Ponto de Interesse direito! A foto principal deve focar no PdI, sempre!

Essa foto mostra um lado do Ponto de Interesse depois o outro. Não há ganho em gastar espaço da foto de suporte com o PdI novamente, o importante é mostrar os arredores, uma foto do outro lado da rua teria sido ótimo.

A mesma foto... NUNCA faça isso.

Foto principal tirada de um angulo estranho podendo ver o céu e a foto suporte extremamente próxima, dá pra ver um pouco só do prédio. Avaliadores não são adivinhos, eles precisam ver o que estão analisando!

Foto principal não foca no Ponto de Interesse (grafite do peixe) e ainda mostra o telefone do lugar (isso é desqualificação na hora, 1 Estrela). A foto de suporte foi provavelmente tirada do ponto de vista do Grafite. NUNCA FAÇA ISSO! O mais importante da foto de suporte é mostrar o Ponto de Interesse JUNTO dos arredores!

Uma outra informação importantíssima para quem mora principalmente em zonas rurais é aprender a submeter uma foto 360 através do aplicativo do Google Street View. Isso é de extrema importância pois em zonas rurais não existe fotos de Street View para o avaliador ver e em outros casos onde existe Street View, as fotos podem ser tão antigas quanto 2011!

Leia um passo-a-passo desse processo na Parte 2 do guia.

4. Título

Aqui é o básico, decida um título para seu Wayspot. Lembre-se de ser um pouco criativo, não chame um grafite só de “grafite” ou “grafite do peixe” (como na proposta acima). Tente ser descritivo e detalhista, porém usando o mínimo de caracteres possíveis. Se você tiver fazendo um Wayspot de uma estátua coloque o nome da personagem que ela representa “Estátua de Maria” ou “Busto de Getúlio Vargas”. E o mais importante cuidado com erros ortográficos pois eles são passivos de desqualificação da sua proposta!

  • Coloque um nome descritivo e seja criativo.
  • Nunca deixe o título inteiro em letras maísculas ou mínusculas! Lembre-se que uma título bem escrito possui letras maísculas e minúsculas de acordo com as regras da lingua portuguesa.
  • Coloque o nome do personagem ou pessoa que seu Wayspot representa no título “Estátua de Jesus”, “Memorial arquiteto Oscar Niemeyer”.
  • Em caso de grafites ou arte urbana exitem alguns padrões como “Arte Urbana Jesus e seus Fiéis”, “Grafite Olhar Profundo” e variações.
    • Não é necessário seguir nenhum padrão específico, mas dê uma olhada em outros Wayspots para você ver qual padrão sua área segue.

5. Descrição do Wayspot

Descrição é uma área que poucas pessoas realmente se preocupam em preencher bem. Porém é uma parte da proposta que se bem feita pode dar a volta por cima de uma proposta que não seria aceita!

A descrição deve conter um fato histórico do Ponto de Interesse ou descrever o que o Ponto de Interesse representa. Se você tiver submetendo um Hyperspot (lugar muito movimentado pelos moradores do local) a descrição é o que vai matar ou fazer sua proposta passar! Então não submeta somente “Restaurante local” submeta algo como “Restaurante local aberto em 1959, por imigrantes italianos. O único restaurante italiano da cidade e lugar super recomendado a turistas, chegando a ganhar prêmios de gastronomia.”

É importante dizer que em casos de proposta de arte não só é bom colocar na descrição o autor da peça como é recomendado! Então se a obra que você está submetendo for assinada por alguém, coloque o nome dessa pessoa na descrição! Exemplo: “Grafite demonstrando o amor entre dois patos cibernéticos. Obra de Julio Verne.”

  • Descreva bem o Wayspot, quanto mais descritivo for, maior a chance de ser aceito.
  • Não coloque o motivo para o Wayspot ser aceito na descrição!
    • Existe uma área especifica para isso!
  • Não tente mandar mensagens para o avaliador pela descrição do Wayspot!
    • Existe uma área especifica para isso!
  • Dê créditos ao artista da obra que está tentando transformar em Wayspot na descrição do mesmo!
  • Não deixe a descrição em branco!
  • Lembre-se que se você estiver submetendo um Hyperspot o mais importante é uma bela descrição para encantar os avaliadores e fazer eles perceberem que aquele lugar é válido para ser aceito. Caso contrário é 1 Estrela > Negócios Genéricos.

6. Informação Suplementar

Aqui é a hora de conversar com o avaliador! Informe aqui o porque esse Ponto de Interesse merece virar um Wayspot! Caso não seja um ponto obvio como uma estátua ou um busto, explique aqui sobre o histórico do lugar, se for um restaurante bem movimentado fale aqui o quão movimentado ele é. Se você estiver submetendo um Ponto de Interesse que possa parecer idêntico a outros no arredor avise aqui ao avaliador que esse ponto não é uma duplicata e explique o motivo de não ser! E o mais importante: seja educado e não fale pro avaliador o que ele deve fazer!

  • Nunca fale pro avaliador o que ele deve fazer nem a nota que ele deve dar!
  • Não implore pro seu stop ser aceito, ninguém gosta de ver isso e só faz o avaliador querer achar problemas na sua proposta para dar notas baixas.
  • Seja educado.
  • Escreva em Português, os avaliadores de Wayspots no Brasil são (em sua grande maioria) Brasileiros.
  • Escreva o motivo do porque esse Ponto de Interesse deveria ser aceito.
  • O Ponto de Interesse está escondido? Avise aqui onde o avaliador pode olhar no Street View para encontrá-lo!
  • Esse PdI pode ser confundido com outros e tratado como duplicata? Avise aqui o avaliador para que ele tome cuidado na hora de fazer review!
  • Esse ponto pode ser confundido com estando dentro de área de escola? Avise o avaliador que seu ponto não está em terreno de escola!
  • Caso você saiba de atualizações nas regras do Wayfarer você pode avisar aqui!
    • Piscinas e Pontes em Trilhas agora são aceitos como Wayspots mas não são todos que sabem disso, por exemplo. Então use esse espaço para avisar o avaliador sobre essa mudança e eles possam avaliar de acordo!

Alguns exemplos de descrição suplementar para o avaliador

Bom dia Wayfarer! Essa casa é um patrimônio tombado da cidade, construída em 1908 (dê uma ampliada na imagem para ver a data entalhada em cima). Uma joia escondida numa rua sem saida, mais pessoas deveriam conhecer esses locais.

Grafite localizado na frente de um dos pontos de onibus da Rua Alice, muito movimentado durante a semana (pode ver que é um ponto pelo simbolo de ponto de onibus no mapa de suporte).

Olá Wayfarer, tenha um otimo dia! Gostaria de deixar claro que essa proposta nao se encontra dentro da Escola e sim na area da Capela, portanto deve estar dentro das guidelines da Niantic. Ela é facilmente vista da Rua e pessoas podem entrar ali no final de semana para rezar. Obrigado.

É isso!

Se você leu até aqui, você está mais preparado que 90% dos jogadores Nível 40 de Pokemon Go e Nível 10 do Ingress a submeter seu próximo Wayspot! Mas esse é só o início da jornada! Ainda tem mais para aprender se quiser submeter o Wayspot perfeito!

Agora vá para a Parte 2 ou vá direto para o nível avançado na Parte 3

Um abraço!

@elamhut